Weby shortcut
template_issn
Youtubeplay

Anais do 5o CaPPA - Ano 2018

Atualizado em 28/06/18 23:23.

ISSN 2527-1350

 

A fotografia e a intervenção urbana: andando e olhando as obras “Imagens Posteriores”, “Giganto” e “Polaroides (in)visíveis”

Profa. Ana Rita Vidica (Publicidade e Propaganda, UFG)

Resumo: Essa palestra é um recorte da pesquisa “Tempo andante da intervenção urbana: relações temporais nas obras “Imagens Posteriores”, “Giganto” e “Polaroides (in)visíveis”, que propõe reflexões sobre o tempo em três intervenções urbanas que se utilizam da fotografia. Me coloco diante das imagens das obras “Imagens Posteriores” (2000-2013) de Patricia Gouvêa, “Giganto” (2009-2013) de Raquel Brust e “Polaroides (in)visíveis” (2005-2011) de Tom Lisboa, conforme proposição de Didi-Huberman (1998, 2013, 2015), de onde emerge um cruzamento temporal entre passado, presente e futuro. Este cruzamento se dá na percepção das linhas de tempo propostas por Deleuze (1987); “tempo que se perde”, “tempo perdido”, “tempo que se redescobre” e “tempo redescoberto”. Além dessas, acrescenta-se a estrutura temporal do “tempo andante”, criada pela pesquisadora, que se dá na associação entre “tempo do acontecimento” e “espaço liso”. A percepção desses tempos desemboca na discussão dos cruzamentos temporais na relação com outras imagens da arte, da fotografia e da urbanidade, vistas de modo anacrônico no interior das obras (anacronias-processo, anacronias-plasticidade e anacronias- forma), direncionando-se ao passado. E, ao futuro, no encontro com os olhares na cidade (olhares-invisibilidade, olhares-emancipação e olhares-circulação), fazendo emergir relações entre obra, artista e espectador, tanto no espaço urbano quanto no virtual.

*Palestra de abertura - dia 21 de maio

O compositor no processo de realização cinematográfica

Profa. Geórgia Cynara Coelho de Souza (Cinema e Audiovisual, UEG)

Resumo: Recorte da recém-defendida tese de doutorado sobre a obra musical de André Abujamra no cinema brasileiro (PPG em Meios e Processos Audiovisuais, ECA/USP), a presente conferência busca contextualiza o compositor no processo de realização cinematográfica, revelando quando ele é inserido na equipe; com que outros profissionais do filme, em geral, ele interage diretamente; quais são as principais etapas de seu trabalho; enfim, como ele integra sua trilha musical ao conjunto de procedimentos sonoros e visuais do cinema até a finalização da obra. O relacionamento entre o compositor e o diretor cinematográfico é abordado de forma especial, buscando a compreensão de como se desenvolve a comunicação para a criação, desenvolvimento e inserção da música do filme. Para isso, citamos diversos compositores e diretores brasileiros, de diferentes gerações, falando sobre os desafios deste relacionamento e sobre como a música original é e/ou poderia ser abordada no cinema, sobretudo em um contexto no qual, em espaços legitimados de formação em Cinema ou Música, este diálogo é inexistente, incipiente ou não tão estimulado.

*Palestra de encerramento - dia 22 de maio  

 

GT1 - Marketing, Estratégia e Contemporaneidade

Este grupo de trabalho se interessa por pesquisas e análises/elementos práticos que discutam ou apresentem como o marketing, a comunicação, o planejamento estratégico, a inteligência competitiva, dentre outros, têm sido utilizados para a gestão contemporânea das marcas, do marketing e da comunicação. 

Mediadores: Prof. Dr. Eliseu Machado (FIC/UFG), Ms. Letícia Cortês (FIC/UFG) e Mestranda Karen Muzany Pereira Dias Basbosa (FIC/UFG)

Novas estratégias da publicidade frente a dinâmica do consumidor atual: um estudo de caso da campanha #milkfake da rede de fast food Bob's

João Pedro Teixeira Moraes e Rodrigo Cássio Oliveira

Os mais otimistas afirmam que a Publicidade tradicional está morrendo. Já os pessimistas acreditam que ela já morreu faz tempo. O fato é que nunca se questionou tanto a real eficácia da inserção publicitária tradicional. Novas formas de alcançar o público são necessárias, visto que o consumidor deixa de ser passivo e torna coparticipante do processo de comunicação. Nesse sentido, este projeto pretende abordar um estudo reflexivo sobre a eficácia de Campanhas Publicitárias, feitas exclusivamente para ambiente online, que levaram em consideração o comportamento e a interação do público, bem como a agilidade de veiculação, como pilares decisivos nas suas elaborações. O objeto de estudo principal será a campanha #milkfake, realizada em 2016 pela da rede brasileira de fast food Bob’s. Também serão analisados outros casos que repercutiram e se desencadearam a partir dessa campanha.

 

O Papel Da Mulher Nas Propagandas Automobilísticas Entre Os Anos 2012 E 2016

Felipe Maia Flores Essado, Fernanda de São Bernardo Stival, Júlia Biscula, Pedro Henrique Cruz De Oliveira Silva, Rafael Struziatto Bonilla e Laura Botelho

O presente trabalho visa refletir, analisar e questionar acerca de como a mulher é representada nas propagandas automobilísticas dos anos de 2012 até 2016. De início, o grupo construiu a análise da pesquisa acadêmica por meio da leitura de outros artigos que discorrem sobre o papel imposto para as mulheres O trabalho teve como base a análise de cento e cinquenta conteúdos audiovisuais contendo propagandas automobilísticas de marcas variadas e a categorização da presença das mulheres. Também foi analisado um questionário online, elaborado pelos autores do presente artigo, o qual continha duas perguntas direcionadas somente ao público feminino sobre como elas se sentem representadas nas propagandas de automóveis. Após as observações realizadas pelo grupo, constatou-se que as mulheres estão cientes quanto à problemática envolvendo o sexo feminino e a publicidade automobilística.

 

GT 2: Caiu na rede, ainda é cinema?

Atualmente, multiplicam-se as experimentações no campo do cinema, bem como a potencialidade de acesso do público em geral às narrativas audiovisuais em ambientes digitais. Este grupo de trabalho se interessa por experimentações práticas e análises de produções audiovisuais que tratem das relações entre cinema, narrativas, rede mundial de computadores, arte contemporânea, mídias interativas, no contexto das tecnologias digitais.

Mediadores: Profa. Dra. Lara Satler (FIC/UFG), Mestrando Luiz Siqueira (FIC/UFG), Mestrando Thiago da Silva Rabelo (FIC/UFG)

 

Publicidade ou Cinema? O hibridismo na comunicação

Brunna Alves da Soledade Silva e Rodrigo Cássio

A partir do início do século XXI, publicitários e teóricos da comunicação preveram grandes mudanças no cenário da publicidade mundial. A comunicação aos moldes tradicionais fragmentou-se mediante o surgimento das novas mídias e da evolução das já existentes. Essa transição ocorreu por uma reação do público que já não estava suscetível às propagandas. Desde então, a mensagem publicitária tem deixado de se parecer com publicidade, camuflando-se como entretenimento mas mantendo sua função persuasiva de forma mais sutil. No contexto do branded content e do advertainment, este trabalho objetiva analisar o curta-metragem The Escape, produzido pela BMW Films e lançado em 2016 para promover a nova geração de carros da BMW.

 

O Ethos Feminino e Familiar Retratado no Desenho Brasileiro Animado Irmão do Jorel

Ana Maria Itagiba Fonseca e Eliane Marquez da Fonseca Fernandes 

O desenho animado brasileiro “Irmão de Jorel” constrói um retrato crítico de uma família típica de classe assalariada. Tomaremos esse texto para analisar a imagem discursiva ou ethos dos personagens como ponto crítico da sociedade nacional. A perspectiva teórica adotada insere-se nos Estudos Linguísticos, mais especificamente na Análise do Discurso (AD) de inspiração francesa e toma como autores embasadores: Bakhtin, Pêcheux, Orlandi, Fernandes e Maingueneau. O ethos a ser analisado aponta para uma sociedade ligada a aspectos sócio-históricos da contemporaneidade e descortina um panorama do jovem brasileiro em um jogo de formas, cores, linguagens, personalidades, relações afetivas e necessidades dramáticas aplicadas aos personagens.

 

Mr. Robot: a busca por engajamento no contexto da complexidade narrativa

Natália Santos Dias e Rodrigo Cássio

Esta pesquisa tem como objeto de estudo a série televisiva Mr. Robot. O objetivo deste artigo consiste na investigação das estratégias executadas pela série que visam engajar o público. O trabalho faz uma reflexão narratológica a partir da consideração de elementos do enredo e campanhas de marketing como exemplos que ajudam a explicar os procedimentos que visam a integração do público com a história. É levantada a hipótese de que o modelo narrativo proposto pela série é favorecido à medida que são elaborados recursos que visam uma maior participação do público.

 

Meu Amigo Totoro: Análise do Filme no Nível do Plano

Bruna Lourenço, Amanda Gomes Goulart, Jorge Santos e Lara Satler

Elementos da cultura japonesa vem tomando cada vez mais espaço no nosso dia-a-dia, especialmente quando se trata de filmes e desenhos animados como é o caso deste estudo, no qual o grupo se propõe em buscar uma compreensão maior do filme por meio de interpretação sobre os procedimentos de análise. Tendo como base o terceiro longa do Studio Ghibli: Meu Amigo Totoro (em japonês: Tonari no Totoro, Hayao Miyazaki, 1988) e o texto Lendo as Imagens do Cinema de Laurent Jullier e Michel Marie (2009), apresentamos a análise fílmica no nível do plano (parte do filme situada entre dois pontos de corte), evidenciando e caracterizando o estilo, a narrativa, as regulações técnicas e a disposição dos pontos de vista, assim como a utilização de luzes e cores.

 

O futuro do Storytelling: narrativas rizomáticas e o processo imersivo no indie game goiano The Terraformer

Samuel Peregrino e Marcelo Costa

Este iminente projeto de pesquisa tem como objetivo, investigar a relação entre o potencial rizomático, segundo a visão de Deleuze e Guattari, nas narrativas digitais interativas presentes nos indie games, de maneira especial no jogo The Terraformer (Duna Games, 2018) e o engajamento comunitário, cultural e social que essas narrativas possuem, reconfigurando as noções de Storytelling para uma maior identificação e representatividade do interator, onde imersão, interatividade, integração e impacto ganham uma nova dimensão como produtos da cultura indie game, termo usado em mídias para designar o tipo de produção especificamente diferente do mainstream, que não se utiliza de grandes publicadoras de jogos eletrônicos para sua distribuição.

 

Carrie, a estranha: uma edição digital multiplataforma

Natália Santos Dias e Rafael Franco Coelho

Propõe-se no presente trabalho o registro do processo e da pesquisa que resultou em uma reedição digital do livro Carrie, a Estranha de Stephen King. Tal trabalho justifica sua relevância na medida em que busca responder questões relevantes para um projeto experimental de editoração e aplica de modo prático os conteúdos aprendidos na disciplina de Planejamento Gráfico Visual.

 

GT 3 - Criatividade em prática

Processos criativos em publicidade. Produções audiovisuais (não necessariamente publicitárias). Criação de aplicativos e interfaces digitais. Este Grupo de Trabalho se interessa por produções que tragam os processos de criatividade materializados em peças gráficas, audiovisuais, digitais, campanhas, conceitos de comunicação e identidade visual. No resumo expandido devem ser apresentados fundamentos teóricos utilizados para o processo criativo e/ou produção dos materiais.

Mediadores: Doutorando Renato Cirino (FAV/UFG), Doutorando Paulo Passos de Oliveira (FAV/UFG), Mestrando Lucas Lustosa de Brito (FIC/UFG)

 

Coca-Cola: A Escolha

Elivelton Pereira Félix, João Pedro Teixeira Moraes, Mônyky Kélly da Silva Barcelos e Matheus Fonseca Bolentine, Wadna da Silva Coelho e Alexandre Tadeu dos Santos

Coca-Cola: A escolha é um projeto experimental desenvolvido durante a disciplina de Produção Audiovisual I. Trata-se de um comercial de cunho publicitário cuja proposta da matéria consistia em escolher uma obra cinematográfica e a partir dela produzir um comercial que realizasse uma forma de intertextualidade. A forma escolhida foi Alusão e a obra "The Matrix", 1999, e como produto o refrigerante carbonado "Coca-Cola".

 

Corte-Final:Metalinguagem Como Estruturação de um Curta Metragem

Rute Dias Ferreira Xavier, Itamar de Souza Junior e Lara Satler

O trabalho tem como objetivo falar sobre metalinguagem no cinema e sobre a produção de um curta-metragem com a temática metalinguística. Nele conceituamos metalinguagem, intertextualidade, reflexividade e metacinema, todos voltados para o aspecto audiovisual. Neste trabalho respondemos a pergunta sobre como a metalinguagem aproxima o espectador da narrativa ficcional com um projeto experimental. Conceituamos ainda o subgênero slasher.

 

O filme e as emoções

Isabela Lefol, Isadora Duarte, Eliza Araújo, Mariana Fabricio Ozorio, Nátally Stefany e Lara Satler

Trabalho desenvolvido como atividade de fechamento da disciplina de Teoria da Imagem II (2017.2) no Curso de Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda na UFG. Trata-se de projeto experimental de documentário desenvolvido com o intuito de explorar a relação próxima e o impacto que os filmes possuem na vida dos indivíduos, afetando suas emoções, construindo memórias afetivas e reflexões. O principal objeto de estudo do projeto é o filme Titanic, traçando um paralelo entre essas emoções despertadas pelos filmes e o enredo da obra. O documentário é também uma homenagem ao filme Titanic, que completa 20 anos em 2017. O conteúdo do documentário foi construído através de depoimentos de alunos e colaboradores da Faculdade de Informação e Comunicação da UFG, acerca do assunto proposto.

 

Projeto Gráfico de Produto: Petiscos Caninos

ketlen komorek de Aquino e Rafael Franco Coelho

Neste relatório será abordado a criação da identidade visual da embalagem de uma marca fictícia de petiscos caninos. Foi criado do começo ao fim dois sabores da marca, além de sua logo e naming. Este trabalho foi desenvolvido na matéria de
Planejamento Gráfico-visual da Universidade Federal de Goiás do curso de Publicidade e Propaganda. Com a orientação do professor Rafael Franco Coelho que leciona na disciplina. Este processo foi determinante para a melhor compreensão da criação do branding de uma marca, desenvolvimento de um pensamento planejado e estratégico na construção de um projeto gráfico. Além disso auxiliou a união do aprendizado teórico ao prático.

 

Neo-realismo italiano e as representações do homem comum

Renato Moreira Araújo e Marcello Soldan

O neorrealismo é um dos movimentos cinematográficos mais importantes do cinema. Eu o discuto aqui, baseando-me, sobretudo, na teoria realista de André Bazin que mantinha afinidades com esse movimento. Aponto que seus filmes tinham como temática principal falar da realidade da classe trabalhadora italiana no período após a Segunda Guerra Mundial.

 

GT 4: Comunicação, narrativa e tecnologia

Storytelling e gameficiação. Videogame como mídia narrativa. Design, cidades e cartografias digitais. Narrativa, criação e produção em publicidade. Novas tecnologias e os novos modos de se contar uma história. 

Mediadores: Prof. Dr. Rodrigo Cássio (FIC/UFG), Prof. Dr. Alexandre Tadeu dos Santos (FIC/UFG), Mestranda Lorrayne Caroline dos Santos(FIC/UFG)

 

Cantando no cerrado

Ana Júlia de Freitas Carrijo, Larissa Kuramoto, Elivelton Pereira Félix, Kristina Myshkin, Victória Neves Lago e Lara Satler

Este trabalho é o resultado de um projeto audiovisual experimental que produziu uma vinheta para a TV UFG. Ele foi construído a partir das etapas da produção audiovisual básicas:  roteiro literário, roteiro técnico, storyboard, concept board, captação e edição de imagens. O tema escolhido foi o compromisso com a natureza, mais especificamente com o cerrado. A metodologia utilizada foi a intertextualidade. Os resultados alcançados foram a construção de uma vinheta de um minuto e a exploração do conceito de intertextualidade. Conseguimos ainda divulgar o assunto “belezas do cerrado” e contribuir com a discussão sobre a necessidade valorizar as riquezas naturais goianas.

 

A Ressignificação dos Contos de Fadas em Anúncios Publicitários

Lorrayne Caroline dos Santos

O presente artigo tem como temática a ressignificação dos contos de fadas, por intermédio de uma pesquisa exploratória a finalidade desta discussão teórica consiste em buscar elementos dos contos de fadas em anúncios publicitários brasileiros. Pretende-se identificar como os contos são utilizados na construção da peça, buscando compreender como estas narrativas são abordadas pela publicidade na atualidade.

 

O que é o Brasil? A história do século XX discutida através do stop motion

Geovanna Bessa Silva; Gleison Campanholo Vieira; Gustavo Henrique Bernades Gomes; Mário Rassi Reis e Paula Melo Riciolli

O trabalho “O que é Brasil? A história do século XX discutida através do stop motion” busca mostrar de maneira breve fatos que contribuíram para mudanças significativas ao longo dos anos da história do país e oferecer subjetivamente uma interpretação visual, utilizando a análise semiótica até a teoria e psicologia das cores, através do recurso audiovisual denominado de stop motion.

 

Análise de Sentimentos em Tweets: um estudo de caso da Copa do Mundo de Futebol

Renata Moreira Limiro, Douglas Farias Cordeiro e Kátia Kelvis Cassiano

Um dos aspectos relevantes da interação entre as pessoas na atualidade é a expressão de sentimentos por meio de textos nas mídias sociais. Nesse contexto, o monitoramento das redes sociais pode ser explorado como forma de extrair a aceitação e/ou aprovação de produtos e também obter conhecimento dos usuários. A análise de sentimentos surge da necessidade de tratar e interpretar textos, opiniões e comentários realizados pelos usuários em redes sociais. Por meio das informações subjetivas extraídas textos em linguagem natural, pode ser gerado conhecimento estruturado, auxiliando a tomada de decisão. Neste trabalho, é apresentada a análise de sentimentos sobre conteúdos de tweets, aplicada no contexto da Copa do Mundo de Futebol.

 

Kill Stilt vol. Baygon

Bárbara Moreira Lopes, Brunna Alves da Soledade Silva, Emilly Cesar Almeida, Victória Arantes , Letícia Benevides Araújo Almeida e Lara Satler

Neste projeto será abordado o planejamento, a criação e execução do filme publicitário intitulado: “Kill Stilt vol. Baygon”. A peça foi apresentada na disciplina de Teoria da Imagem II do curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda da Universidade Federal de Goiás, ministrada pela Professora Doutora Lara Satler. Com o desafio de criar uma narrativa audiovisual, de tema livre, optamos por fazer uma propaganda publicitária, usando do recurso da “citação” para elaborar a ideia. Este documento esclarece a concepção, o conceito e a produção do videotape - passando pelas técnicas e métodos utilizados pelo grupo - para realização deste trabalho.

 

GT 5: Imagem Fotográfica

Pesquisas teórico-práticas na área da fotografia. Abordagens históricas e estéticas, a partir de textos que reflitam sobre o fazer fotográfico, pela produção de narrativas visuais, ensaios fotográficos artísticos e fotografias publicitárias avulsas ou dentre de uma campanha publicitária. Análise de imagens fotográficas a fim de pensá-las como participantes de práticas sociais e culturais.

Mediadores: Profa. Dra. Ana Rita Vidica (FIC/UFG), Profa. Ms. Lisbeth Oliveira (FIC/UFG), Profa. Ms. Júlia Mariano (Audiovisual/UEG), Mestrando Rafael Delfino Rodrigues Alves (UFG)

 

Eu Brasil: O Folclore Brasileiro Através da Representação Queer

Douglas Raphael Costa de Melo, Fabricio Rodrigues Machado, Pedro Henrique Cruz de Oliveira Silva, Rafael Paulino Borges, Talitta Gabrielle dos Santos Silva e Sharmaine Caixeta

Este ensaio fotográfico artístico busca no âmbito da cultura brasileira traduzir seu conceito por meio da desconstrução dos personagens do folclore nacional. As pesquisas acerca da brasilidade e representatividade de gênero resultou em uma narrativa diversificada. Para tanto utilizaremos JESUS, 2012; KELLNER, 2001; e DELBEM, 2007 na definição desta identidade estabelecendo uma relação entre os papéis folclóricos e a cultura queer, que vai de encontro com conceituação multifacetária do Brasil.

 

ARCANUM: A Representação dos Arcanos Maiores do Tarô através da Fotografia

Amanda Nunes do Amaral Silva, Fabianne Leocádia Falcão, Alexandre Roger Ferreira Gomes e Ana Rita Vidica

O projeto experimental ARCANUM: A Representação dos Arcanos Maiores do Tarô através da Fotografia consiste em um estudo imagético e alegórico que perpassa o campo da discussão da imagem, no que tange os sistemas de significação, construindo uma associação com a jornada do Herói, na qual, embora cada carta carregue consigo uma riqueza própria de significados, existe uma conexão narrativa entre elas. A partir de uma investigação emblemática e uma análise anacrônica das 22 lâminas que constituem os arcanos maiores do Tarô, surge o Fotolivro intitulado: ARCANUM, produzido a partir de experiências e repertórios próprios no “se colocar diante da imagem”.

 

Retratos de Outro Eu: Um Diário sobre Ansiedade

Nicolle Venturin e Mariana Capeletti

“Retratos de Outro Eu: Um diário sobre ansiedade” é um projeto experimental que tem como objetivo construir um diário do artista, baseado na vivência do autor que sofre de Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG). Inspirado na fotografia da vida íntima, “Retratos de Outro EU” traz um registro imagético e textual, confissões de sentimentos e dificuldades cotidianas. Elaborado para acrescentar na comunicação de quem sofre e tenta entender as individualidades de um transtorno psicológico.

 

Fotoperformance: O Artista Por Trás Da Objetiva

Guilherme Lourenço Costa

Este trabalho busca compreender as possibilidades e lugares que o fotógrafo pode ocupar nos entendimentos sobre a inserção e importância artística da fotoperformance hoje, buscando compreender a seguinte questão: “é o fotógrafo um performer?” questionando a necessidade e obrigatoriedade do performer frente à câmera. Considerando que a fotoperformance, nesta investigação, propõe contaminações entre criador, fotografia, personagem e direção de arte.

Listar Todas Voltar